Como criar um bom Currículo? Os melhores modelos aqui!

04/06/2018
Por cbbr
curículo

Ter um bom currículo é a diferença entre conseguir uma vaga de emprego, ou não. Por muito que não queiramos, a verdade é que os empregadores nos avaliam por uma folhinha de papel, e por isso mesmo devemos nos esforçar para que nele constem todas as nossas habilidades e capacidades.

O curriculum vitae é a porta de entrada de qualquer pessoa no mercado de trabalho. Hoje, ao contrário do que acontecia há algum tempo, é muito importante se destacar.

Há uns anos, a maior parte das empresas pedia um currículo que tivesse a mesma base para todos. Era um modelo igual para todos os candidatos, apenas mudava a informação.

Essa estratégia facilitava muito na procura das informações relevantes, mas acabava por desfavorecer os candidatos. Isso porque eles não tinham como se destacar no meio de centenas e milhares de currículos.

Atualmente, com um mundo cada vez mais proativo e criativo, os empregadores estão dando benefício àqueles candidatos que se mostram espontâneos desde o começo. Ou seja, inovar no currículo é, sim, uma boa forma de poder ter uma atenção especial e ganhar uns pontinhos extras.

Nesse artigo vamos mostrar como criar um currículo que realmente o favoreça na procura de um emprego, e vamos passar também alguns modelos para buscar inspiração.

Modelos de Currículos

modelos de curriculo

Existem vários tipos de currículos, e talvez por isso as pessoas tenham alguma dificuldade quando têm de montar um.

Obviamente que o tipo de currículo a usar vai depender muito da atividade a que se candidata, e ao tipo de profissão que tem. Por exemplo, um médico pode sair favorecido com um currículo tradicional, mas se falarmos de alguém da área do marketing, um currículo mais informal chamará mais a atenção.

Cabe a si, profissional, saber o que os empregadores esperam de si para adaptar o seu currículo às necessidades da empresa. Quem sabe um vídeo, uma maquete, ou algo diferente não faça com que ganhe alguns pontos extras na hora da decisão!

Currículo Tradicional

O currículo tradicional tem de ter o nome completo na parte superior, assim como os dados pessoais (data de nascimento, estado civil, endereço, contatos).

Deverá ser seguido da sua experiência profissional, por ordem decrescente (do emprego mais atual para o mais antigo), com as datas de início e fim de atividade, assim como as funções exercidas em cada uma delas.

Logo abaixo deverá incluir a sua formação acadêmica, com informações relevantes que possam dar um “up” à sua imagem profissional, e demonstrando algumas capacidades que tenham maior destaque.

Pode, e deve incluir outras habilidades, como línguas estrangeiras e seu nível (avançado, intermediário, fluente), e também alguns interesses que possam ser relevantes para o cargo.

Currículo Tradicional mais descontraído

Aqui trabalhamos exatamente com as mesmas informações do currículo tradicional, mas brincamos com a disposição e o formato do modelo do currículo. Podemos, por exemplo, incluir abaixo do nome uma breve descrição da experiência profissional e habilidades.

Também podemos dispor a informação em duas colunas, em vez de fazer um currículo corrido, ponto por ponto.

Pode fazer desaparecer as linhas de separação (muito comuns no modelo tradicional), mas mantendo todas as informações bem organizadas e distribuídas como no primeiro modelo.

Moderno

Um currículo mais moderno pode trazer vantagens para profissionais de áreas que exijam alguma criatividade, como a área de marketing, por exemplo.

Nesse caso podemos brincar com as cores, usando algumas mais fortes, e podemos dar vida com alguns ícones. Aqui vale a criatividade. No entanto, tenha sempre em mente que ter as informações organizadas é fundamental.

Mescla do currículo tradicional com o moderno

Se queremos um currículo tradicional, mas queremos destacá-lo dos restantes com alguns toques modernos, podemos fazer uma mescla dos dois modelos.

A ideia é seguir a mesma linha do tradicional mas adicionar alguns detalhes do moderno, como os ícones, por exemplo.

Qual o melhor modelo?

Hoje em dia há muitos modelos de currículos que permitem que cada um edite como quer. Pode personalizá-los em Word, o que facilita muito na hora de fazer pequenos ajustes.

Sendo assim, atualmente não há desculpa para entregar um currículo sem graça, até porque é bem fácil de editar os modelos disponíveis online.

Não existe o melhor modelo, mas o mais adequado para a vaga que está se candidatando. Existem milhares de modelos na Internet, e muitos deles permitem que faça uma personalização.

Geradores de currículos online

geradores de currículo

Hoje existem vários sites que permitem gerar o seu currículo online.

Esses são apenas alguns dos sites onde você pode gerar o seu currículo online, de forma gratuita, e os resultados são muito bons. São muito fáceis de fazer e permitem ajustar às suas necessidades.

Essa é, talvez, a forma mais fácil de elaborar um currículo, embora o prenda um pouco no que toca à criatividade.

No entanto, se tem dificuldades em organizar informações, pensar em algo legal e diferente, que o faça diferenciar dos outros, essa é a opção mais acertada. Isso porque não dá espaço para erros.

Basta colocar a informação pessoal nos lugares corretos. Se algum dos itens não fizerem sentido no seu caso, poderá apagá-los. Essa é a grande vantagem desses geradores. Eles permitem que ajuste de acordo com as suas necessidades.

Como criar um bom currículo?

como criar um curriculo

Se quer ser bem-sucedido na procura de emprego, o segredo está em se destacar de todos os outros. E a única forma de fazer isso é elaborando o seu currículo de forma única. Apesar dos modelos de currículos serem muito fáceis de usar, e por isso os colocamos aqui, a verdade é que, quando cria um, mais ninguém terá um igual.

Basta se colocar no lugar da equipe de recrutamento. Eles recebem centenas de currículos em um único dia. A grande maioria usa esses modelos. Mas se um deles for totalmente diferente, não acha que vai chamar a atenção dos profissionais?

Por isso mesmo nós vamos dar aqui dicas ótimas para você criar o seu próprio currículo. No entanto, pode, e deve dar uma olhada nos modelos para tirar algumas ideias e perceber a importância de manter as informações bem organizadas.

Fotografia

Uma dúvida muito comum das pessoas é se devem, ou não, colocar uma fotografia no currículo. Em alguns países a fotografia no currículo tem sido deixada de lado, como no Reino Unido, por exemplo. Isso para evitar a descriminação.

No entanto, na maior parte dos países, como é o caso do Brasil, a fotografia é bem-vinda e pode fazer toda a diferença naqueles 3 ou 4 segundos que a entidade empregadora está fazendo o recrutamento.

Note, no entanto, que nem todas as fotografias são apropriadas para colocar no seu currículo. A fotografia ideal é aquela que foca do peito para cima. Deve ser uma fotografia sorridente, que mostre entusiasmo.

Mas atenção! Nada de grandes decotes ou fotografias de praia, por exemplo. Isso só destacará as qualidades erradas, desvalorizando todas as suas competências.

O que colocar no currículo se não tem experiência

Sem dúvida, esta é uma grande dúvida, e totalmente compreensível. Afinal, se não temos experiência, o que vamos entregar? Uma folha em branco com os nossos dados pessoais? Nada disso! Aposte em sua formação e em atividades que tenha feito durante a época de estudos. Ações de voluntariado, alguns trabalhos pequenos, mesmos aqueles não remunerados, podem ser incluídos aqui.

Neste caso é bom fazer um currículo com uso de infográficos. Assim consegue encher o currículo, mesmo com poucas informações. Além disso, eles ficam muito atraentes para quem lê.

Carta de Apresentação

Há uns anos era obrigatória em qualquer currículo. Depois passou a ser um ponto a menos. Hoje em dia a carta de apresentação é aceite em alguns casos. Por exemplo, se está enviando o seu currículo por correio deve enviar uma anexada ao seu currículo. Se estiver se candidatando por e-mail, prefira incluir uma pequena descrição no corpo do currículo.

Note que a carta de apresentação não deve ser unificada. Deverá escrever uma carta de apresentação diferente para cada empresa, destacando as qualidades de acordo com a cultura empresarial.

Referências

No final do seu currículo tente colocar algumas referências. Três já é um bom número. Coloque o nome da pessoa, o cargo que ocupava, e o seu contato.

Portfólio

Em algumas profissões, a inclusão de um portfólio ou links de trabalhos que tenha feito pode ser muito útil. Dessa forma já consegue mostrar um pouco do que é capaz, do que já fez, e mostra confiança no seu trabalho.

Evite esses erros comuns

evitar erros comuns

Muitas pessoas ainda cometem vários erros ao fazer o seu currículo. A verdade é que a maior parte dos currículos têm erros, e dos grandes. Por isso mesmo nunca conseguem uma resposta positiva da entidade empregadora, e só os piores empregos os contatam.

Para evitar dissabores, veja quais são os erros mais comuns, e evite incluí-los em seu currículo.

Incluir uma foto informal

Como dissemos, incluir uma foto profissional não tem nenhum problema. O problema está quando inclui uma fotografia informal, de corpo inteiro, fazendo pose, como se fosse postar nas redes sociais.

Caso não esteja se candidatando a uma vaga de modelo, deixe essas fotos para um álbum pessoal, mas nunca para o seu currículo.

Incluir dados desnecessários

O tempo é precioso, não só para você, mas para quem está recrutando também. Eles têm centenas de currículos para analisar, e dados desnecessários só fará com que eles tenham uma má imagem sua. Dados como gênero, CPF ou RG são desnecessários.

E-mails não profissionais

Sabe aqueles e-mails que criamos quando ainda éramos adolescentes? Nessa altura é muito comum colocarmos palavras pouco profissionais, até porque na época isso nem passava pela nossa cabeça.

Mas agora, que está se candidatando a um emprego, é imprescindível ter um endereço de e-mail com palavras neutras, profissionais. A melhor opção é colocar o seu nome, sem diminutivos ou apelidos.

Erros gramaticais ou de digitação

Nem vale a pena se candidatar a um emprego se vai entregar um currículo com erros gramaticais ou de digitação. Isso mostra pouco empenho da escrita do currículo, e pode demonstrar, mesmo que erroneamente, que é pouco profissional.

Releia sempre o arquivo e procure por erros de português ou de digitação. Peça para alguém ler. Pode ser uma boa chance de melhorar.

Não ser sincero

Muitas pessoas acham que omitir informações, ou exagerar nas competências, pode ajudar na hora de conseguir um emprego. Mas isso pode prejudicá-lo! Não é porque trabalhou pouco tempo em uma empresa que não é qualificado para o cargo. Toda a experiência é favorável!

Fazer um currículo extenso

A maior parte das pessoas pensa que quanto mais longo o currículo melhor. Mas nada mais errôneo do que isso! A verdade é que um currículo longo fica cansativo, e a probabilidade de não lerem tudo é muito alta.

No máximo o seu curriculum vitae pode ter duas páginas. Por isso mesmo é importante ser sucinto nas informações dadas.

Não saber a quem se dirige

É verdade que é muito mais simples enviar sempre o mesmo currículo e carta de apresentação. No entanto, dos olhos dos recrutadores, isso demonstra uma falta de empenho para conseguir a vaga.

Considerações finais

Ter um bom currículo é fundamental nos dias de hoje. Conseguir um emprego não é fácil, e as melhores vagas são muito concorridas. Daí ser importante se destacar no meio de tantas centenas de pessoas que buscam pelo mesmo emprego que você.

Seguir as nossas dicas para construir um bom currículo pode ser uma grande ajuda. No entanto, você, como profissional da área, sabe melhor do que ninguém as especificidades que sua profissão tem. Dê relevância aos aspectos que mais importam e que as empresas mais valorizam para o cargo que estão pedindo.

Faça o currículo e a carta de apresentação se dirigindo à empresa à qual está se candidatando. Isso demonstra empenho, profissionalismo e dedicação.

Nunca cometa os erros que citamos anteriormente. Eles podem detonar com qualquer currículo.

Experimente alguns dos modelos que lhe falamos. Eles podem dar algumas ideias para montar o seu próprio currículo, e lembre de sempre ajustar à função para a qual se candidata.

Como criar um bom Currículo? Os melhores modelos aqui!
Avalie este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *