Você está com sua empresa preparada para a Black Friday? Veja 8 Dicas!

17/01/2018
Por cbbr
Você está com sua empresa preparada para a Black Friday? Veja 8 Dicas!
Avalie este artigo

A Black Friday está chegando e essa e uma das épocas mais esperadas pelos consumidores – e pelas empresas. Isso porque o faturamento nesse período do ano vai às alturas e ajuda a movimentar a economia que está passando por um momento de grandes dificuldades.

Por isso, é preciso verificar se a sua empresa está preparada para este evento anual. Segundo o Google, este ano os descontos devem atrair a movimentação de cerca de 2,2 bilhões de vendas pela internet.

Além disso, o brasileiro está cada vez mais entusiasmado com a chegada dessa época do ano. Cerca de 71% já comprou alguma vez na data e 68% estão pensando em comprar este ano.

Diante desses números, sua empresa está preparada para a Black Friday? É bom que esteja, pois faltam pouquíssimos dias! Se não está ainda, separamos aqui 8 dicas para você deixar a sua empresa preparada para o evento. Vamos nessa?

O que é a Black Friday?

A Black Friday é o dia que inaugura a temporada de compras para o Natal. Tipicamente estadunidense o evento ocorre um dia após o dia de Ação de Graças.

Ou seja, geralmente ocorre à meia-noite da última sexta-feira de novembro.

O evento surgiu em meados dos anos 90 nos Estados Unidos e com o tempo ganhou grande popularidade em boa parte do mundo.

Principalmente com o advento da internet, a Black Friday começou a ganhar popularidade. No Brasil, então, a primeira edição do evento aconteceu em 2010 e foi exclusivamente online.

Números e dados importantes

Já em 2013, os descontos da data bateram seu primeiro grande recorde de vendas. Foram mais de 700 milhões de reais apenas no comércio online. Em geral os produtos mais procurados nesta época do ano são smartphones e televisores.

Importante ressaltar que para evitar fraudes, a câmara brasileira de comércio eletrônico (a Câmara e-Net) criou o código de ética para a data.

Para evitar cair em armadilhas, é recomendado o uso de comparadores de preço como o EconoVia e o Buscapé. Eles oferecem um histórico de preço dos produtos ofertados por um período de 1 ano.

No ano de 2016 as vendas na data cresceram cerca de 17%, chegando, assim, a 2,1 bilhões de reais. O crescimento, entretanto decepcionou os comerciantes que esperavam algo ainda maior.

Entretanto, este desempenho se deve em parte por conta da crise econômica que desencorajou muitas pessoas.

Para este ano, como foi dito o desempenho esperado é de vendas de até 2,2 bilhões.

Outros números interessantes dizem respeito ao crescimento na procura por sites menores. Houve crescimento de 161% contra 134% de sites maiores na Black Friday de 2016.

E, este ano, o fluxo de sites atingirá o seu ápice na manhã de sexta-feira, chegando a estar 5 vezes mais movimentado que em dias normais na véspera.

Diante disso, a sua empresa está preparada para a Black Friday? Confira 8 dicas que separamos para você se dar bem este ano.

Evite práticas desleais

Você sabia que a Black Friday também é chamada de “Black Fraude” por alguns usuários? A razão para isso se deve por conta da compra de produtos que não estavam realmente com descontos.

Por isso, é bom estar atento com essas práticas que, ao contrário do que muitos pensam é bem comum. E, antes de pensar em dar uma maquiada nos preços dos seus produtos para aproveitar lucros, atenção!

Os consumidores hoje em dia estão muito mais atentos a essas práticas. Como dissemos acima, existem sites que monitoram preços. Além disso, fazer uso desse tipo de aproveitamento é abusar da boa-fé do consumidor.

O resultado disso é a reputação de sua empresa perdida.

A melhor maneira de se ver livre dos órgãos reguladores é agindo dentro da regularidade. Além disso, é importante ser transparente na hora do atendimento, informando com selos de desconto e atendendo às dúvidas dos clientes.

Atenção à comunicação

No período próximo à Black Friday os anúncios digitais do Google funcionam como um leilão. Quem quiser ter seus produtos anunciados e relacionados nos sites de busca deverá pagar um pouco mais por isso.

Por essa razão a melhor maneira de informar aos seus consumidores é reforçar a presença da marca dias antes. Essa dica é válida, principalmente para as pequenas e médias empresas.

Empresas de marketing digital aconselham que um período antes da data do evento é essencial fazer uso de campanhas. Assim, elas funcionarão de modo que se fixem e reforcem a presença da marca nas redes sociais, por exemplo.

Conquiste clientes novos – e mantenha os antigos

Uma boa maneira de garantir uma boa parcela de novos clientes é rever estratégias. Por exemplo, uma das práticas mais comuns é estender o período da Black Friday para alguns dias a mais.

A Cyber Monday, por exemplo, é um evento já tradicional e bem conhecido para a venda de eletros e eletrônicos. Apesar de ser muito comum, ainda é uma maneira eficaz de garantir novos clientes.

Mas, apesar de garanti-los ser importante, manter antigos clientes é essencial. Essa é a época perfeita para engajar o público que você já conquistou.

A melhor estratégia é se utilizar de sua lista de contatos para fazer uma boa campanha de e-mails marketing. Nessa estratégia você poderá informar descontos e promoções que vão engajá-los novamente.

Prepare sua equipe

Um planejamento estratégico é vital períodos antes da Black Friday. Isso porque o fluxo de clientes cresce exponencialmente e a sua equipe deve estar preparada para isso.

Principalmente no que se diz respeito ao serviço de atendimento, que deve manter o mesmo padrão de qualidade de dias normais. Apesar de parecer uma dica obvia, diante do fluxo de pessoas, é preciso ter jogo de cintura para isso.

Se for o caso, talvez seja a oportunidade de fazer contratações para o período. Apesar de o marketing e o comercial serem importantes, e importante engajar sua loja como um todo.

Com períodos de curta duração de ofertas, por exemplo, um grande diferencial é oferecer atendimento em tempo real. Esclarecer as dúvidas de clientes deve ser uma tarefa que tem que ser levada a sério.

Site, aplicativo, redes sociais: todos os meios de comunicação devem estar em clima de Black Friday.

Atendimento como diferencial

Muitos empresários podem se perguntar como a sua pequena ou microempresa, seja virtual ou não pode concorrer com as grandes marcas. A resposta é simples: com um atendimento diferenciado e humanizado.

Apesar de muitas empresas grandes oferecerem oportunidades melhores na data, o seu atendimento em geral deixa a desejar. E é nesse ponto que as PMEs ganham espaço.

Você pode não acreditar, mas ser atendido por uma pessoa de verdade, que vai atender às suas dúvidas é um grande diferencial para muitas pessoas.

Por isso, volte ao nosso item anterior e veja a importância de preparar a sua equipe. Essa pode ser a diferença entre uma grande margem de lucro para a sua empresa.

Verifique a sua capacidade de logística

Você já tem um atendimento de primeira. Já tem uma campanha que funciona, produtos que oferecem descontos reais, o que falta?

Sim, a logística de entrega é um ponto que acaba por ser crucial para o sucesso de diversas empresas. Principalmente no que se refere à Black Friday, quando os pedidos são acima do normal, esse serviço deve ter o máximo de atenção.

Conheça seu estoque e saiba estipular o prazo de entrega dos seus produtos para os seus clientes. Demonstrar conhecimento sobre estes aspectos de forma transparente é uma forma de aumentar a credibilidade de sua marca.

Além disso, é uma forma de evitar reclamações posteriores – e o nome do seu negócio ir parar em sites como o Reclame Aqui.

Para que esse serviço transcorra da melhor forma é preciso ter um planejamento integrado entre lojista e parceiro de logística.

Cuidados com notas fiscais

Um cuidado importante quando começa a Black Friday, além de conferir a capacidade logística diz respeito à emissão e armazenamento de notas fiscais. Entram nessa categoria documentos de ordem contábil também.

É preciso ter atenção a esses documentos uma vez que o seu volume também será igualmente grande nesse período.

Isso porque a falta ou atraso com os seus compromissos fiscais pode gerar trabalho, prejuízo e multas. Por essa razão, faz-se mais que necessário que alguém seja responsável pela parte contábil e fiscal.

Por se tratar de documentação que implica em obrigações de ordem fiscal, é preciso cuidado redobrado nesse sentido.

Além, claro, de manter sempre organizada a sua gestão de dados e notas fiscais. Fique atento!

Black Friday como investimento

Apesar de parecer um evento anual e sazonal, a Black Friday implica em uma importante fonte de planejamentos. Isso porque antes, durante e depois do evento ela tem efeitos sobre o seu negócio.

Afinal, é durante esse período que você pode aumentar o cadastro de novos clientes para outras promoções, ofertas e eventos.

Mesmo para pessoas que entraram no seu site e apenas preencheram o cadastro, o evento tem influência. Pense bem: o Natal é apenas um dos eventos comerciais que está próximo.

É uma excelente oportunidade de investir num pós-venda que continua a fazer parte do atendimento. Sua empresa pode enviar e-mails marketing pedindo avaliações para melhorar os seus serviços em outros momentos.

Além disso, esse é um importante momento para investir em planos de estratégia ou mesmo fazer cursos. Startups oferecem este tipo de serviço de forma gratuita. E o melhor, com foco na própria Black Friday.

Alguns dos itens e dicas oferecidos neste artigo são abordados pelos cursos. E é a oportunidade perfeita para que você aprenda na prática.

Por isso, não trate o evento como algo passageiro ou pontual. Este pode ser o evento que transformará e profissionalizará ainda mais sua empresa e sua equipe.

Conclusão

De uma maneira geral, a Black Friday é um evento que movimenta o mercado de forma positiva. E em momentos como esses que o Brasil atravessa, é uma boa injeção de ânimo na economia.

Para as grandes empresas, é uma chance de aumentar as vendas. Para as pequenas e médias empresas, principalmente do e-commerce, é a chance de adquirir maior reconhecimento e credibilidade.

Isso porque a data movimenta principalmente as lojas virtuais. E, como bem sabemos, no país há uma grande quantidade de investidores que estão neste mercado.

Além disso, é uma oportunidade também para estes investidores porem em prática seus conhecimentos e adquirir mais conhecimento. Uma vez que existem inúmeras empresas que contribuem, e muito, para o crescimento desse evento.

Este ano evento ocorre entre os dias 24 e 25 e tem previsão para gerar pelo menos 2,2 milhões de reais em vendas. Por isso, preparar-se é essencial.

Siga as dicas acima e faça com que a sua empresa esteja preparada para a Black Friday! Essa é a chance de dar um up no seu negócio!

E aí, gostou do artigo acima? Que tal deixar um comentário abaixo? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais e de marcar os seus amigos. Fique de olho em mais novidades e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *