O Que É Análise Swot: Fraquezas, Como Fazer e História

05/03/2019
Por cbbr
anãlise swot

Análise Swot é a sigla em inglês para Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats), comumente conhecido como sistema de análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

E o que significa dizer que é uma ferramenta que serve para realizar o planejamento estratégico de empresas e novos projetos. Sendo usada como base para gestão e planejamento estratégico de uma empresa esse sistema pode ser utilizado para qualquer tipo de análise desde a criação de um site à uma gestão de uma multinacional.

É uma ferramenta pouco complexa, sendo um sistema de simples acesso, com o principal objetivo de facilitar a elaboração de análises e torná-la mais intuitiva e lucrativa.

Atua separando em setores para à análise interna (forças e fraquezas) e em análises externas (oportunidades e ameaças). De forma, que os gestores podem identificar o que está atrapalhando o avanço da empresa e assim, resolver de forma eficiente e proporcionar consequentemente o crescimento da empresa.

Você empresário ao utilizar o sistema SWOT conseguirá traçar objetivos efetivos partindo de um planejamento estratégico específico para seu negócio, tendo um direcionamento maior e preciso para planejar as tomadas de decisões em sua empresa com uma clara identificação dos aspectos positivos e negativos que influenciam o seu negócio.

A análise SWOT possibilita reduzir ao máximo a ocorrência de erros na realização de ações estratégicas no ambiente empresarial, sendo útil em diversas formas como: possibilita um estudo aprofundado da situação interna e dos aspectos externos que podem ameaçar o crescimento do seu negócio escalável, permite uma análise criteriosa da sua concorrência e em consequência indica possíveis ações a serem tomadas.

Esse sistema poderá ser facilmente ser aplicado por empresas de pequeno, médio e grande porte por ser um facilitador de analítico de negócios, em sua metodologia simples poderá ser aplicado em qualquer processo que envolva a necessidade de decisão.

Rápida História

A técnica foi desenvolvida por Albert Humphrey, líder de pesquisa da Universidade de Stanford nas décadas de 1960 e 1970, ele utilizou como principal objeto de estudos dados da revista Fortune das 500 maiores corporações.

O principal foco é que o empreendedor possa ter uma base fundamentada para formular suas estratégias de gestão e marketing com maior segurança.

O principal resultado da análise é a criação da matriz, chamada de Matriz SWOT, que auxilia a identificar os principais fatores internos a serem trabalhados e os pontos externos que demandam atenção.

O sistema hoje é uma das maiores metodologias clássicas aplicadas na  área de Administração.

Quais os principais pontos positivos da aplicação desta técnica na área da beleza?

Com a utilização da análise SWOT, o empresário do salão de beleza, por exemplo, obterá um diagnóstico completo sobre a situação do seu negócio, de forma que isso irá ter uma redução dos riscos na hora de dar um passo importante, como explorar novos mercados, lançar um serviço novo, ou criar, novas estratégias de marketing, aquisição de produtos importados ou de formulação com maior custo, como, por exemplo, produtos veganos com rotulação reciclável (que tendem a ter um custo maior).

Assim, a análise SWOT irá te auxiliar no seu negócio das seguintes formas:

  • Você irá ter uma maior segurança para as tomadas de decisões (fazendo isso de forma consciente e amparada em fatos reais);
  • Auxilia no que pese ao conhecimento do cenário atual para que, você possa ter informações atuais podendo competir de forma igualitária no mercado;
  • Com informações internas e externas e a real situação do seu negócio você poderá se antecipar aos movimentos externos, como, eventuais custos e investimentos necessários à sobrevivência ao seu negócio;
  • A SWOT te dará um melhor direcionamento quanto às determinadas ações a serem colocadas em prática, como, por exemplo, alternativas em que empregam maior controle financeiro ou ainda inibidor ou incentivador de conduta negocial perante o mercado;

Essa metodologia é bastante versátil, demandando diversas possibilidades de gestão para seu salão e o melhor esse sistema não exige que seja manipulado por um único gestor, poderá ser utilizado por qualquer profissional com conhecimento e experiência em publicidade, marketing, sendo mais que ideal designar mais de um gestor para que toda a equipe tenha ciência do processo a serem adotadas, as necessidades do negocio, conhecimento da situação financeira, assim, todos poderão buscar novas formas de crescimento em conjunto.

Com toda certeza os gestores têm uma visão universal do negócio e até uma preocupação maior, mas é importante que esse conhecimento e preocupação sejam compartilhados com outros profissionais que fazem parte da área a ser objeto de mudanças, de forma que possa desenvolver atividades voltadas a sanar todas as necessidades dentro do seu trabalho.

Por exemplo, uns administradores de uns salões e uns supervisores de cabeleireiro poderão participar de um processo estratégico em conjunto, o supervisor X, observando a necessidade dos produtos a serem utilizados poderá ter um alcance melhor de qual é o tipo de serviço mais buscado entre os cliente e o que é necessário para alcançar a satisfação desse público.

Já o administrador/gestor, este tem um conhecimento de mais específico financeiro, poderá de forma prática e real prever a possibilidade de melhorar o serviço objetivado com determinado produto X, ou com, produto Y, tudo com base nas finanças da empresa, visando além da mera expectativa de lucro, mas as possibilidades dos gastos, investimentos deste.

Ou seja, no exemplo, acima vemos como é importante não monopolizar a análise SWOT, pois, a empresa é um trabalho em conjunto e deve ser analisada e posteriormente se necessário realizar ações de melhorias com o auxílio de todos os colaboradores, assim, estarão todos rumo ao mesmo objetivo maior.

Principais dicas para que você possa realizar a SWOT

  • Analisar os fatores internos: Forças e Fraquezas;
  • Analisar os fatores externos: Oportunidades e Ameaças;
  • Analisar o microambiente e o macroambiente;
  • Elaborar a matriz SWOT priorizando o que é mais importante, objetivos do seu plano de negócio.

Esses seriam os principais pontos a serem analisados que proporcionaram uma identificação completa dos fatores positivos e os fatores negativos da situação do seu negócio, de forma que se faz necessário descrever esses pontos acima mencionados.

Como analisar os fatores internos.

O Autoconhecimento é o bem mais precioso que você poderá ter, é o primeiro passo para o desenvolvimento pleno do seu negócio. A análise deverá ser inicialmente interna para que após seja realizada de forma externa, ou seja, olhando para dentro, com foco nas duas primeiras letras da sigla: Forças e Fraquezas.

Com conhecimento pleno das forças e fraquezas do seu negócio você, poderá elaborar uma integração dos Processos, Padronizar suas escolhas, focar na principal atividade do seu negócio, definindo sua empresa.

O Ambiente interno é o que os gestores podem controlar, dominar e compreender o que é da própria empresa e o que é de agentes externos, por exemplo, em salões, máquinas, produtos, tecnologias, gestão, clientes, filiais, cultura organizacional, investimentos.

As Forças de uma empresa são os quesitos que a fazem se destacar perante a concorrência, o que proporciona o lucro da empresa, se um salão tem um nome conhecido e respeitado por seus serviços este terá uma marca com nome consolidado no mercado, esse é um ponto muito forte. Se possui uma equipe de profissionais altamente qualificados e reconhecidos, esse é um outro seu ponto forte.

Em caso de clínicas de estética, essa quando possuir profissionais da área devidamente qualificados, equipamentos modernos isso é um grande ponto forte.

Mas e as fraquezas?

O que há de interno que impede o seu crescimento?

A partir dessas perguntas, você conseguirá identificar com clareza o seu ponto fraco buscando assim amenizar e transformar ponto fraco em ponto forte.

Um exemplo de possível ponto fraco em salões é a matéria-prima em escassez ou em excesso (com poucos produtos não se pode realizar um serviço de qualidade ou mesmo realizar um serviço por falta deste. E em excesso é estoque parado com produtos que poderão vencer e não serem utilizados, ou seja, dinheiro desperdiçado), uma equipe pouco ou não qualificada, tecnologia ultrapassada.

Todos esses problemas acima mencionados são passiveis de prever e evitar que ocorram, com o conhecimento pleno das suas atividades e receitas você não irá “pecar” por falta de planejamento ou por falta de dinheiro.

Os pontos fortes e fracos da empresa são fatores que a colocam em vantagem ou desvantagem em relação à concorrência, pois, mesmo sendo um ponto interno esse tem reflexos externos.

Para que você acabe de forma eficiente com um ponto fraco ou ponto a melhorar é necessário que se tenha uma análise profunda de todos os setores que seu negócio participe. Para que se possam entender quais características devem ser analisadas internamente e quais elementos são essenciais internos para o desempenho da sua empresa.

Como analisar os fatores externos?

O ambiente externo logicamente é um ambiente diferente do interno, não há um pleno controle dos fatores que o regem como: juros, câmbio, legislação, políticas ambientais, crises econômicas, desastres naturais, clima, entre muitos outros.

As oportunidades são a situação que poderão favorece o crescimento da empresa.

Um exemplo simples é um salão de beleza que está em uma localização de prestígio da cidade, essa oportunidade poderá gerar clientes com melhor potencial financeiro o que permite que o salão tenha preços diferenciados de um salão que esteja estabelecido em uma área menos favorecida.

Um dos pontos com maior abrangência do ambiente externo é com certeza, as leis e normas que se bem interpretados e com conhecimento técnico poderão favorecer a empresa em determinadas situações, como ter um acesso à nova tecnologia, utilização de produtos previamente autorizados. Por mais que, não possam ser controlados, é possível realizar um planejamento em cima dessas informações e assim, aproveitar as oportunidades oriundas dessa situação imposta.

As ameaças ao seu negócio, ou seja, os riscos são atividades que não se podem controlar todos os resultados, como, por exemplo, uma clínica de estética que preste serviço de peeling facial, esta com profissional qualificado que realiza aplicações de produtos reconhecidos legalmente e liberado para uso, porém, em determinada aplicação o cliente desenvolve uma reação alérgica não conhecida, ou seja, é uma ameaça, risco que esse tipo de serviço possui sendo forças que não se podem controlar.

Cabe à gestão do negócio não deixar as ameaças acontecerem por sua estrita negligência, é necessário ter uma previsão da referida situação e contorná-las da melhor forma possível.

Quais as características para que o seu negócio seja o melhor em seu ramo?

Com certeza a principal característica para que seu negócio tenha destaque é a preocupação do nome da empresa, sua credibilidade, reconhecimento público, a fama do seu negócio será responsável por sua apresentação no mercado, por sua reputação.

É necessário que você identifique quais são os atributos essenciais no seu mercado e a sua situação em relação a eles. São alguns pontos que você poderá analisar na sua empresa para identificar suas forças e fraquezas, como:

  • A sua localização;
  • Tempo de mercado;
  • Reputação;
  • Recursos humanos;
  • Recursos financeiros;
  • Marketing;
  • Gestão;
  • Capacidade de operação;
  • Acesso à matéria-prima;
  • Materiais e equipamentos.

Existem dois ambientes externos que a análise SWOT deve abranger: o micro e o macroambiente.

O microambiente nada mais é que o setor em que você atua com seu negócio, sendo necessário que você avalie os seguintes pontos:

  • Clientes alvos da sua empresa;
  • Fornecedores, possibilidade de barganhas;
  • Concorrentes : quantidade de empresas, rivalidade, relacionamento;
  • Novos entrantes: barreiras no giro do capital e lucros, além de ameaças;
  • Substitutos, correções;
  • Intermediários;
  • Entidades de classe.

O macroambiente é tudo aquilo que está além da empresa e do seu setor, como, por exemplo, fatores políticos, tecnológicos, tributários, econômicos, os quais irão influenciar a empresa e o mercado. Por exemplo, um aumento de impostos em determinados produtos essenciais para prestação de determinado serviço.

O macroambiente determina a análise do ambiente interno para identificar às forças e às fraquezas da empresa, que poderão ser reajustadas conforme as necessidades da mesma.

A principal diferença entre microambiente e o macroambiente empresarial é que o primeiro faz parte à empresa e o mercado, todavia somente poderão ser controladas às variáveis da empresa, pois, tudo que é relativo ao mercado são incontroláveis.

Para analisar o macroambiente, com precisão sobre os seus mínimos detalhes é necessário, focar em nos setores abaixo:

  • O Político legal, como projetos de lei, correntes ideológicas;
  • Pontos Econômicos, como: inflação, níveis de consumo, renda da população;
  • Tecnológico, inovações, processos operacionais;
  • Sociocultural, como crenças, valores, costumes e hábitos de consumo;
  • Natural ao funcionamento, como escassez de matéria-prima, aumento da poluição, sustentabilidade.

No momento em que for realizar a análise SWOT, reflita sobre todos os pontos decisivos do funcionamento do seu negócio, de forma que quando for elaborar a matriz, priorize o que é mais relevante.

CONCLUSÃO

Como vimos os principais objetos de foco da análise negocial é identificar as fraquezas em sua empresa e em como você poderá sanar de forma prática essas fraquezas. Além de ser imprescindível que você busque encontrar os dados corretos e completos, para avaliar o ambiente externo e seu retorno positivo no seu negócio.

Não esqueça que é primordial que você, perceba as possíveis ameaças que poderão colocar seu plano de negócio em falência, busque sempre ter certeza dos procedimentos, da sua situação financeira, das possibilidades de investimento, para que assim você possa gerir seu negócio com excelência com base na realidade, visando evitar futuras frustrações.

Além de analisar o seu negócio, aproveite para reunir sua equipe, discuta cada aspecto aqui mencionado como requisitos busque explanar os dados obtidos, para assim montar e apresentar sua matriz.

O Que É Análise Swot: Fraquezas, Como Fazer e História
5 (100%) 3 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *