Empreendedorismo: tudo o que você precisa saber

23/04/2018
Por cbbr
empreendedorismo

A palavra empreendedorismo nunca foi tão usada como nos últimos anos. Por conta da crise, milhares de brasileiros viram seus empregos acabarem. Sem um caminho certo para seguir, essas pessoas tiveram que usar da criatividade e força de vontade para conseguir dar a volta por cima e se reerguer perante o caos que se instalou no Brasil.

Milhões de pessoas tiveram que criar suas oportunidades e soluções para problemas. Com isso, nós tivemos um boom de novas empresas dos mais variados segmentos. De food trucks até serviço de aluguel de guarda-roupas, os mais diversos negócios surgiram para suprir as necessidades financeiras do povo brasileiro.

Outra coisa que fomentou essa onda, foi, também, o avanço do acesso a internet. Hoje, graças a Era Digital, nós temos uma nova forma de se fazer empreendedorismo. Sem a necessidade de grandes investimentos, a web se tornou o espaço ideal para empreendedores das mais variadas idades.

Mas afinal, o que faz uma pessoa empreendedora? Quais as características de alguém que tem o empreendedorismo em seu sangue? Mais do que isso, quais são os tipos de empreendedores que existem atualmente. Para te ajudar a sanar todas essas dúvidas, nós reunimos uma série de informações sobre essa arte incrível.

O que é empreendedorismo?

o que é empreendedorismo

Basicamente, o empreendedorismo é o poder que nós temos de identificar oportunidades e investir nelas para criar negócios e projetos que possam gerar mudanças que impactem determinados segmentos, ou, até mesmo, a economia de forma geral. É ter pró-atividade para apontar maneiras de melhorar o seu trabalho ou o dos outros.

É a capacidade de transformar uma dificuldade na vida financeira, em uma grande oportunidade para mudar de vida. Ou seja, ser empreendedor está na alma de muitos brasileiros.

Leia Também:

Qual o Perfil do empreendedor?

perfil do empreendedor

Ao contrário do que muitos pensam, não existe apenas um único tipo de empreendedor. O empreendedorismo pode aparecer de diferentes formas na vida das pessoas. Confira abaixo alguns dos perfis mais comuns de pessoas que sabem realmente empreender.

  • Nato: É aquele que tem como sonho de vida a criação da empresa própria. Mesmo quando está atuando em empresas de terceiros, é possível perceber que ele possui dentro de si a vontade de ter algo seu.
  • Apaixonado: Geralmente são mulheres que tem exemplos de empreendedorismo na família, e que vão investir em áreas ligadas a beleza e estética.
  • Situacionista: São aqueles que criam algo a partir da insatisfação, ou, porque a oportunidade apareceu. Tendem a ser mais cautelosos e optam por novas ideias em mercados já estabelecidos.
  • Antenado: Costumam fazer parte de grupos e associações, e nasceram na Era Digital. Seu principal meio de informação é a internet, mas, também buscam conhecimento com pessoas mais experientes.
  • Herdeiro: São aqueles que tiveram contato com o empreendedorismo em toda a vida e que vem a oportunidade de fazer parte dos negócios da família de alguma maneira.
  • Idealista: Aqueles que desejam contribuir com a sociedade de alguma forma.
  • Arrojado: Geralmente são homens mais velhos com um poder aquisitivo maior. Por terem mais experiência no mercado, tender a agir mais “profissionalmente”, se preocupando com questões como fluxo de caixa e etc.
  • Desbravador: São aqueles que ainda não possuem um negócio próprio, mas almejam isso a curto prazo.

Esses são os tipos de empreendedor mais comuns. No entanto, é preciso ter em mente que o empreendedorismo é muito versátil, logo, existem várias maneiras de se tornar um profissional do gênero.

Características de um empreendedor

características do empreendedor

Apesar de existir vários tipos de empreendedor, existem algumas características básicas que, geralmente, estão presentes em todos aqueles que tem o espírito do empreendedorismo. Confira abaixo algumas delas.

  • Autoconfiança: Acreditar em si mesmo é uma das principais características das pessoas empreendedoras. Apenas com isso ela consegue realmente acreditar em seus projetos, tirando-os do papel e colocando-os em prática.
  • Busca de informação: Para fazer sucesso no empreendedorismo, é essencial buscar informações sobre tudo, desde as questões burocráticas para se abrir uma empresa, até a maneira correta de fazer a contabilidade do negócio.
  • Busca de oportunidades: Todo o empreendedor precisa ter coragem para se aventurar nas oportunidades que o mercado oferece. Mais do que isso, ele precisa criar suas próprias oportunidades, tendo como base o ambiente em que vive.
  • Comprometimento: Não adianta iniciar um negócio para encerrá-lo pouco tempo depois. Aquele que sabe empreender também é comprometido com o seu projeto. Ele trabalha dia e noite, se necessário, para fazê-lo dar certo.
  • Saber correr riscos calculados: Correr riscos faz parte do empreendedorismo. No entanto, o verdadeiro empreendedor sabe fazer isso de forma calculada, não se deixando enganar por falsas oportunidades de ouro.
  • Criatividade: Um verdadeiro empreendedor também consegue ter ideias criativas, bem como soluções arrojadas para resolver os mais distintos problemas.
  • Iniciativa: Um verdadeiro empreendedor não espera que as oportunidades venham até si, ele mesmo as cria. Mais do que ter um faro para identificar bons projetos, ele mesmo desenvolve ideias que geram soluções incríveis.
  • Liderança: Um verdadeiro empreendedor não é um chefe, e, sim, um líder. Ao invés de mandar, ele colabora com sua equipe para conseguir conquistar metas e objetivos. Ele é respeitado pelo seu trabalho e dedicação, e não apenas pelo cargo que ocupa.
  • Otimismo: Outra característica presente em um empreendedor é o otimismo. É por meio dele que o profissional consegue enxergar as oportunidades que estão ao seu redor, e apostar nelas esperando que os resultados sejam grandiosos.
  • Persistência: Dentro do empreendedorismo, a persistência é essencial. É por meio dela que conseguimos dar continuidade aos nossos projetos. Tenha em mente que sempre haverão obstáculos e perdas durante a sua trajetória, mas, o que diferencia o empreendedor é justamente essa garra de não desistir perante as dificuldades.
  • Qualidade: Todo o empreendedor também precisa sempre presar pela qualidade de seus produtos e serviços. Ele foca seus esforços constantemente para aperfeiçoar o seu trabalho e sempre oferecer o melhor para os seus clientes.

O que é o Empreendedorismo digital?

empreendedorismo digital

A Era Digital trouxe uma série de mudanças para o mercado. Hoje, um empreendedor não precisa possuir uma grande quantia de dinheiro para colocar o seu negócio para funcionar. Graças a web, é possível abrir empresas de forma fácil e prática.

Com custos baixos e retorno quase imediato,  o empreendedorismo digital é uma grande tendência. Todos os dias ele ganha cada vez mais adeptos. Trabalhar diretamente do conforto do lar, sem esquentar a cabeça com aluguéis de espaços e manutenção de edifícios se tornou uma realidade para muitos.

E as possibilidades são as mais variadas. Desde um blog de nicho até um e-commerce, é possível ganhar dinheiro de diversas maneiras na internet. Claro que, assim como qualquer outro mercado, é essencial que o empreendedor tenha um planejamento e saiba exatamente que tipo de negócio deseja abrir.

A escolha do nicho de atuação é essencial. Normalmente, o ideal é que o profissional escolha um segmento que tenha mais familiaridade. Dessa maneira, ficará mais fácil mostrar uma estratégia de abordagem. Além disso, o ideal é sempre buscar aperfeiçoar os seus conhecimentos, de modo a evoluir cada vez mais o seu negócio.

Para começar o próprio negócio digital não é necessária muita coisa. E é justamente isso que tem atraído cada vez mais pessoas para a web. Atualmente, você pode dar o pontapé inicial no seu projeto sem a necessidade de um espaço físico, investimentos ou equipe.

Isso mesmo, com apenas alguns cliques, é possível começar uma empresa totalmente do zero. Mas, para que o seu projeto dê certo é necessário se atentar a alguns aspectos importantes do empreendedorismo digital. Lembre-se, a Era Digital trouxe com ela uma série de mudanças no mercado. Logo, é preciso pensar nas características do ambiente digital.

  • Invista em marketing digital: Tenha em mente que a imagem da sua empresa é essencial dentro da internet. Isso porque, a Era Digital trouxe uma nova geração de consumidores, que são extremamente exigentes. Eles usam a internet como a principal fonte de informações sobre produtos e serviços.

Por conta disso, é muito importante que você invista em uma estratégia de marketing digital forte. Dessa maneira, é possível construir uma identidade forte perante os usuários, e, assim, se destacar entre os concorrentes.

  • Tenha canais de comunicação: Site, blog, redes sociais, YouTube, essas são apenas algumas das possiblidades de canais de comunicação que você pode ter. Tenha em mente que manter uma relação estreita com seus clientes é essencial. Por isso, invista forte nessas plataformas.
  • SEO: Esse conjunto de técnicas de otimização são essenciais para quem é empreendedor digital. Isso porque, é por meio delas que é possível aumentar o seu alcance na internet. Basicamente, elas irão auxiliar que os seus canais de comunicação fiquem mais atrativos para os motores de busca, e, consequentemente, tenham um rankeamento melhor.

Essas são apenas algumas das questões que você precisa se preocupar ao pensar em empreendedorismo digital. Tenha sempre em mente que para se destacar dos concorrentes, é essencial investir em estratégias de marketing digital eficazes. A nova geração de consumidores é bem mais exigente. Para conseguir atender as suas demandas, é preciso investir em ações pontuais e focais.

Os principais desafios do empreendedorismo no Brasil

Apesar do empreendedorismo estar em alta no nosso país, os empreendedores precisam enfrentar diariamente uma série de desafios. O mercado, apesar de estar se recuperando da crise, ainda necessita de estabilidade. Além disso, várias características da economia do Brasil também não favorecem o cenário para empreendedores.

1. Alta carga tributária

Segundo uma pesquisa do Endeavor, mais de 60% dos empreendedores brasileiros tem como principal reclamação a carga tributária altíssima. Por conta da burocracia, bem como das regras de formalização, muitos negócios se vêm obrigados a pagar impostos extremamente altos, o que dificulta a expansão de pequenos negócios.

Além disso, os variados processos burocráticos também dificultam a formação de equipes, uma vez que é extremamente caro contratar funcionários. Por conta disso, a tributação é um dos grandes desafios.

2. Burocracia demais

Segundo pesquisas, o Brasil é o sexto país do ranking de mais burocráticos do mundo! Para se ter uma ideia, a abertura de uma empresa demora, em média, 152 dias. Documentos, formulários que precisam ser preenchidos, firmas que devem ser reconhecidas, todos esses processos acabam prejudicando o empreendedor.

Para se ter uma ideia, na Austrália, esse processo leva apenas dois dias. Não é à toa que muitos empreendedores acabam ficando na informalidade e não tendo chances de ampliar os seus negócios.

3. Formalização da empresa

A gestão de pessoas também é um dos desafios do dos empreendedores brasileiros. É muito difícil deixar todas as funções e tarefas nas mãos de uma única pessoa. Logo, é necessário que o empreendedor invista na contratação de novas pessoas para ajudar no negócio. Contudo, a formalização é extremamente cara.

Para se ter uma ideia de quão altos são os impostos para contratar profissionais, uma empresa teria que faturar o dobro para conseguir arcar com todas as taxas e impostos referentes a contratação de um funcionário. Por conta disso, muitos empreendedores acabam tendo que trabalhar com poucos colaboradores, ou, até mesmos, sozinhos.

4. Capacitação profissional

Por conta da crise, muitas pessoas encontraram no empreendedorismo a oportunidade de mudar de vida. No entanto, a grande maioria não possui quaisquer conhecimentos sobre como tocar um negócio. Por conta disso, mais de 70% dos negócios não conseguem sobreviver os primeiros três anos de funcionamento.

A falta de conhecimento e capacitação profissional acaba gerando o acúmulo de dívidas e a má administração. Por sua vez, o empreendedor acaba ficando desmotivado e desistindo de seus projetos.

O grande problema é que o Brasil não possui um verdadeiro plano de capacitação de empreendedores. Isso acaba gerando uma grande quantidade de profissionais que não estão preparados para os desafios do mercado. Logo, é necessário que os profissionais busquem aperfeiçoamento por si só.

Uma coisa boa é que, com a Era Digital, mesmo com o Estado não dando todo o aporte necessário para o empreendedorismo, é possível se aperfeiçoar. Basta uma rápida pesquisa para descobrir uma série de cursos e capacitações. Por isso, se você deseja começar a empreender, busque sempre mais conhecimentos, e, principalmente, aperfeiçoamento profissional.

Empreendedorismo: tudo o que você precisa saber
Avalie este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *