Pesquisa e Desenvolvimento de Produto: O Que é e Como Fazer?

30/07/2019
Por cbbr
pesquisa e desenvolvimento de produto

Pesquisa e desenvolvimento de produto (P&D) é uma técnica que mira diminuir as chances de fracasso de um novo produto no mercado usando as estratégias de planejamento e validações necessárias. Ela aumenta a probabilidade de que a ideia inicial do produto seja aceita pelos clientes e vire um sucesso.

O investimento em pesquisa e desenvolvimento de produto é fundamental para qualquer empreendedor, não é verdade? É através dele que a empresa fica mais competitiva frente aos concorrentes!

Alguns profissionais cometem o erro de acreditar que a pesquisa e desenvolvimento dos produtos deve acontecer apenas no início das atividades da empresa. No entanto, a criação de novos produtos adequados com as demandas pode alavancar uma empresa.

Dessa forma, é um investimento que deve ser feito em várias etapas de evolução da sua empresa. Assim, seus produtos estarão sempre adequados com a demanda e apresentarão inovações que são extremamente importantes independentemente do seu nicho de atuação.

Por isso, aqui explicaremos sobre o que é a pesquisa e desenvolvimento de produto e como fazê-la de maneira adequada! Então, aproveite agora mesmo e aprenda como manter seus negócios atraentes e atuais! Acompanhe!

O Que é Pesquisa e Desenvolvimento de Produto?

O termo pesquisa e desenvolvimento de produto (P&D) tem um significado muito importante que não deve ser ignorado em nenhuma empresa. É através das práticas de P&D que surgem novos produtos adaptados ao cenário sociológico, econômico e mercadológico.

A função da pesquisa e desenvolvimento de produto é contribuir para a inovação e sucesso de um novo produto ou para a melhoria de um já existente. Com ela, sua empresa pode ampliar o conhecimento acerca da aceitação da ideia referente à um novo projeto.

Sendo assim, sua empresa pode contar com resultados que permitem que o novo produto seja moldado e adaptado às preferências e necessidades de seu público-alvo.

Ao fazer P&D em seu empreendimento, você aumenta a previsibilidade dos resultados de atividades futuras, possibilitando previsões de falhas, riscos ou benefícios comerciais. Então, é possível prever insucessos e investir em ideias comerciais favoráveis.

A tecnologia utilizada no processo de pesquisa e desenvolvimento de produto é possível através de um conjunto de métodos, instrumentos e conhecimentos.

Dessa forma, com um planejamento estratégico alinhado ao marketing a tendência é que seus novos produtos obtenham bastante êxito e sucesso comercial!

O que é Processo de Desenvolvimento de Novos Produtos

P&D, DNP

Desenvolvimento de novos produtos (DNP) é todo o processo de criar, desenvolver e entender a oportunidade que um novo produto tem de ser vendido e absorvido no mercado. Robert G. Cooper é um estudioso que realiza trabalhos significativos em DNP há mais de 20 anos.

Tipos de Desenvolvimento de Novos Produtos

Existem algumas fases para desenvolvimento de novos produtos. Saiba mais abaixo!

Novos Conceitos de Produtos

Para começar, sua empresa pode querer fazer o processo de pesquisa e desenvolvimento de produto visionando a criação de um produto inovador ou a criação de um novo mercado.

Neste tipo de P&D a atenção é focada na inovação e criação de produtos que ainda não existem no mercado.

Extensão de Linhas Já Existentes

Sua empresa também pode estar interessada na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos com o intuito de criar extensões de linhas já existentes.

Neste caso, os novos produtos devem complementar uma linha preexistente.

Aperfeiçoamento de Produtos Já Existentes

Outro tipo de criação de novo produto contempla a pesquisa e desenvolvimento para efetuar melhorias ou atualizações em um produto já existente.

Nesta modalidade o intuito é aperfeiçoar um produto que já está disponível no mercado, portanto, o processo apresenta menos riscos. Pois, a demanda mercadológica foi identificada e a alteração é para melhorar o desempenho do produto.

Ampliação de Mercado

A criação de um novo produto também pode estar vinculada à necessidade ou desejo de ampliação de mercado de comercialização. Dessa forma, a empresa identifica a necessidade ou vontade de criar um novo produto que amplie seu público-alvo.

Como Fazer a Pesquisa e Desenvolvimento de Produto?

como fazer pesquisa e desenvolvimento de novos produtos

Devido à importância do processo de pesquisa e desenvolvimento de produto dentro de uma empresa, vale muito a pena aprender a executá-lo de uma maneira eficaz!

As primeiras etapas para possibilitar uma execução de P&D bastante eficiente são identificar uma necessidade do mercado, verificar a aderência da ideia e obter informações da opinião pública a respeito da ideia e do produto.

Em seguida, já é possível focar nos pontos que podem ser melhorados de acordo com as opiniões dos consumidores. Vale lembrar que o novo produto deve sanar uma necessidade ou problema dos consumidores.

Ele também pode estar relacionado à criação de um novo desejo de compra. E, para isso, sua empresa precisa estar bem atualizada e informada acerca de seu nicho comercial.

Para fazer uma pesquisa e desenvolvimento adequados o ideal é contratar um analista de desenvolvimento de produtos.

O que faz um analista de desenvolvimento de produtos?

Analista de Desenvolvimento de Produto é o profissional que atua na criação e manutenção das normas técnicas dos produtos. Ele cria projetos de desenvolvimento de novos produtos (DNP), objetivando ganhar tempo, diminuir custos e aumentar o desempenho do produto.

Uso de Patente e Proteção Legal Para o Seu Novo Produto

Antes de começar a verificar as etapas presentes no processo de pesquisa e desenvolvimento de seu produto é importante que você entenda o que é, para que serve e como patentear sua ideia!

Afinal, sem os direitos de exploração de sua criação resguardados, sua ideia pode ser plagiada e os prejuízos podem ser incalculáveis. Dessa forma, ao utilizar a patente sua empresa pode proteger a ideia de novo produto que criaram.

A patente funciona como uma proteção feita legalmente de acordo com a legislação brasileira. Ela estabelece que a empresa que possui a patente tenha direito de exclusividade na exploração comercial do novo produto.

Existem até mesmo acordos internacionais que protegem os direitos da empresa detentora da patente em relação à um novo conceito de produto. Assim, ao proteger legalmente sua ideia, o uso exclusivo dela é garantido.

Tipos de Patente para Produtos e Como Pedir

As patentes podem ser uma Patente de Invenção (PI) ou uma Patente de Modelo de Utilidade (MU).

O pedido de patente pode ser feito antes mesmo do desenvolvimento em si do produto. Então, assim que sua empresa fizer a concepção da ideia já pode solicitar a patente, mesmo que ainda não haja nenhum protótipo.

Para obter uma patente cabe à empresa planejar com a devida antecedência, pois o processo para obtenção da patente pode levar muitos anos. Sendo assim, vale fazer um planejamento estratégico antecipado para proteger a sua ideia.

Os principais passos que devem ser tomados para solicitar a patente são:

  • Conhecer o que há na legislação sobre o tema
  • Buscar se a ideia de novo produto já não foi patenteada por terceiros
  • Fazer o seu cadastro no e-INPI emitir e pagar a Guia de Recolhimento da União (GRU) o código que deve ser colocado é 200
  • Separar os documentos necessários, acessar o e-Patentes e preencher o formulário online
  • Acompanhar o pedido de patente e enviar novos documentos caso sejam solicitados

Após a aquisição da patente de invenção ela é válida por 20 anos a partir do depósito. Já a patente do modelo de utilidade é válida por 15 anos.

Etapas do Processo de Pesquisa e Desenvolvimento de Produto

Pesquisa de Produto

Para fazer a criação de um produto inovador é necessário planejar, pesquisar e seguir algumas etapas fundamentais e estratégicas. Confira!

Geração de Ideias e Inovação

O primeiro passo para fazer a pesquisa e desenvolvimento de produto consiste na geração de ideias e inovação. O ponto inicial deve ser o questionamento sobre o objetivo com a criação do produto.

O novo produto responderá à uma necessidade já existente no consumidor? Ou ele pretende criar um novo desejo? Ele pretende resolver algum problema? Qual? As respostas destas perguntas podem ajudar muito para o avanço das ideias!

Todo o processo de pesquisa e desenvolvimento deve estar pautado na escuta de consumidores e funcionários, assim como, na observação e análise de dados sobre os consumidores, mercado e concorrentes.

Entenda a Importância da Criação do Produto

Após obter as respostas das perguntas iniciais, o próximo passo é definir e entender qual a importância da criação do produto. Em outras palavras, você deve entender claramente porque o produto deve ser criado.

Procure responder às seguintes perguntas: A criação do novo produto reduzirá custos? Agregará funcionalidades? Ele será criado com o intuito de aprimorar a qualidade? Ou será criado com a finalidade de inovação?

Ao respondê-las você estará ainda mais adiante no processo de pesquisa e desenvolvimento de produto. Assim, poderá começar a fazer a parte mais objetiva de criação de conceito.

Crie o Conceito do Produto

A criação do conceito principal do produto é muito importante, pois possibilita o andamento do projeto. Com os pontos centrais bem definidos é possível progredir nas pesquisas, bem como, na viabilidade geral do produto.

As diretrizes que devem ser criadas com o conceito de produto são:

  • Finalidade da criação do produto
  • Funções básicas
  • Aspectos físicos
  • Vantagens comerciais
  • Benefícios aos consumidores
  • Descrição do nicho e público-alvo
  • Custo de produção e desenvolvimento
  • Análise de concorrência, mercado e econômica

Nesta etapa de pesquisa e desenvolvimento de produto serão aprofundados os conhecimentos sobre as opiniões dos consumidores e em conjunto com as diretrizes do conceito de produto bem definidas, já é possível partir para a implementação de pesquisas.

Faça a Coleta de Dados Para a Pesquisa de Mercado

Com o conceito de produto criado, sua empresa já pode começar a fazer a pesquisa de mercado. Ela é fundamental para ampliar a compreensão sobre o que o mercado já oferece e qual lacuna o novo produto pode suprir.

Uma pesquisa de mercado eficaz deve contemplar a análise da concorrência, a opinião pública, a pesquisa de preços e a criação de MVP’s ou, em português, Produto Mínimo Viável.

Para fazer uma pesquisa de mercado bastante eficiente sua empresa deve coletar os seguintes dados:

  • Quais produtos semelhantes ao novo produto já existem
  • O que falta nos outros produtos que o desenvolvimento do seu pode resolver
  • Quais são as opiniões dos consumidores sobre o seu produto
  • O novo produto é viável de ser implementado

Ao coletar estes dados é possível encontrar um diferencial para o desenvolvimento de seu produto. Além disso, a coleta de dados permite que decisões importantes sejam tomadas como, por exemplo, os aspectos necessários para a implementação do novo produto.

Crie um MVP

MVP

A criação de um MVP para o seu novo produto é imprescindível para conseguir inseri-lo rapidamente no mercado. A sigla MVP vem do termo, em inglês, Minimum Viable Product, que significa, em português, Produto Mínimo Viável.

Com o MVP é possível testar e identificar se o novo produto que foi criado é o adequado para o mercado. E para criar seu MVP é fundamental ter uma equipe altamente qualificada, um conceito de produto bem definido, assim como, público-alvo e metas realistas.

Implemente a Pesquisa e Desenvolvimento de Produto

Para implementar o desenvolvimento do novo produto sua empresa deve considerar inviabilidades financeiras e técnicas que podem surgir. Muitas vezes alguns dados só podem ser observados durante o desenvolvimento de produto.

Sendo assim, após a identificação das inviabilidades alguns ajustes serão necessários para tornar seu novo produto viável. Nesta etapa de materialização do conceito todos os testes, homologações e criações materiais devem ser documentadas.

Lance o Seu Novo Produto no Mercado

Agora finalmente chegou a tão esperada hora de lançamento do produto no mercado, e, para isso, é extremamente importante ter uma equipe bem treinada para analisar os dados de pesquisa e validar o produto.

Na fase de lançamento do produto algumas pesquisas e coletas de dados devem ser retomadas para elaboração de ações e campanhas de marketing relativas ao lançamento. Este trabalho ajuda a causar impressões positivas nos consumidores.

É também nesta etapa em que é feito o planejamento do uso de materiais para a produção e o fornecimento do novo produto.

Leia Mais:

Analise os Resultados e Faça Ajustes

análise de resultados

O lançamento do novo produto no mercado possibilita a continuidade do trabalho de pesquisa e desenvolvimento de produto. Através da análise dos resultados relativos ao lançamento e às vendas é possível melhorar o produto e a relação com os consumidores.

Para isso acontecer, sua equipe deve acompanhar todos os comentários dos consumidores a respeito do novo produto. Utilize as sugestões e críticas para aprimorar o produto de acordo com as necessidades dos consumidores.

Aproveite os elogios para intensificar as campanhas de divulgação e publicidade. Dessa forma, aos poucos, o novo produto terá mais alcance e poderá ser o novo queridinho do mercado!

Alinhe a Comunicação Entre os Setores de Sua Empresa

Um ponto extremamente importante que não deve ser esquecido é a boa comunicação entre todos os setores de seu comércio.

É extremamente importante que os setores estejam alinhados e que não existam ruídos na comunicação entre eles para que seu produto e empresa se destaque no mercado.

Afinal, para manter uma boa reputação seja para um novo produto ou para um produto já existente é fundamental que todos os setores estejam funcionando bem e em consonância com a proposta de marketing.

Não esqueça do código de barras durante o processo

Se o seu produto for vendido em lojas e distribuído para o consumidor final, você vai precisar adquirir um código de barras único para ele que pode ser tanto o EAN-13 como o DUN-14 caso os seus produtos utilizem caixas. A identificação dos seus produtos é primordial na hora de colocá-los em grandes cadeias varejistas.

Gostou do artigo? Não se esqueça de deixar sua opinião nos comentários abaixo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *